parallax background

As cestas das nossas avós transformadas num ícone da moda

11th March 2019
Este fim de semana há
Taça de Portugal de BMX
8th March 2019
Está na hora de testar os limites
12th March 2019
 

As leva-tudo, cestas de junco muito usadas noutros tempos, foram reinventadas por uma criadora de Setúbal que as transformou numa peça de design.

Aos 25 anos, Benedita Formosinho tem dado pontos firmes para coser a sua etiqueta à moda portuguesa e espera em breve chegar ao mercado internacional.

Com ateliê na praça do Bocage há quase um ano, a jovem setubalense, formada em Design de Moda, pela Faculdade de Arquitetura de Lisboa, cria roupa e acessórios para mulheres. Peças originais, feitas com materiais naturais e em quantidades limitadas. Tudo com o mínimo de desperdício e com respeito pelo que é genuinamente português.

As cestas de junco e bunho, tradicionais dos tempos das nossas avós, integram as coleções de Benedita Formosinho, mas numa versão fashion. Com cores e tamanhos diferentes, adaptam-se a todos os looks, desde o casual ao formal.

Publicidade
O Miguel – Posts s/caixa

Os materiais são todos provenientes da natureza e as técnicas são tradicionais”, garante a designer ao Inspire Setubal, explicando que trabalha com artesãos portugueses, nomeadamente da região do Alentejo e do Ribatejo. “Eles apanham o junco no rio, depois tratam-no e em teares gigantes, todos feitos à mão, em casa deles, fazem a parte da trama para criar a mala consoante os modelos que eu pretendo”, revela.

A label Benedita Formosinho é sinónimo de beleza feminina, originalidade, de detalhe manual, com os bordados e os tricôs a assumir grande importância.

Procuro que cada peça tenha aquele pormenor diferente, que mostra que levou o seu tempo a ser pensada e produzida”, descreve a estilista.

A nova coleção, que está prestes a sair, foi inspirada no dia a dia da mulher. Espere peças versáteis, com muitos linhos, sedas, plissados, assimetrias e contrastes de materiais.

 

Uma das coisas que carateriza a minha marca é o facto de ir buscar produtos e técnicas tradicionais, trazendo-os para o contemporâneo, adaptando-os à moda atual”, refere.

A label Benedita Formosinho é sinónimo de beleza feminina, originalidade, de detalhe manual, com os bordados e os tricôs a assumir grande importância. “Procuro que cada peça tenha aquele pormenor diferente, que mostra que levou o seu tempo a ser pensada e produzida”, descreve a estilista.

A nova coleção, que está prestes a sair, foi inspirada no dia a dia da mulher. Espere peças versáteis, com muitos linhos, sedas, plissados, assimetrias e contrastes de materiais.

 

Moda sustentável

As preocupações ambientais e sociais fazem parte das regras de trabalho da criadora. “A indústria da moda é uma das mais poluentes a todos os níveis, já para não falar da ética social. Procuro seguir sempre um caminho de acordo com a ética ambiental, social e usar materiais naturais”, afirma. Por isso, os desperdícios das coleções anteriores são reciclados e transformados em peças bonitas e totalmente novas.

Benedita começou a trabalhar em casa, no seu quarto, mas o volume foi aumentando e a necessidade de ter contacto com o público também. Por isso, em maio de 2018, abriu o ateliê onde cria de portas abertas. “Sinto que estes são os primeiros passos. Tenho muito trabalho, mas ainda não consigo ter uma equipa muito grande por isso faço quase tudo sozinha”, conta. Ainda assim, tem metas bem definidas e está a preparar-se para participar em feiras internacionais onde quer mostrar as peças mais icónicas feitas com materiais tipicamente portugueses.

A marca está disponível online, no ateliê, em Setúbal (rua Detrás da Guarda nº 40), em Lisboa (na Burel Chiado, na Clementina, na Fair Bazaar e na Wetani.Lx store), no Porto (Burel Porto) e em Lagos (Casa Mãe).

 
Fotos vestuário/Fotógrafa: Carla Roque
Makeup: Raquel Serra
Modelo/Agência: Daniela Lesco - Karacter Agency