parallax background

Há mais de 100 coisas para ver e fazer nas Festas do Pinhal Novo

3rd June 2019
Restaurante Sao Joao Comporta Featured
Uma história de vida que deu um restaurante divinal
31st May 2019
Roteiro para ir ao cinema como nos filmes
4th June 2019
Publicidade
Vertigem MREC #3
 

Estão a chegar as Festas Populares do Pinhal Novo. Arrancam esta quinta-feira e até 11 de junho todos os dias há desculpas para encher a barriga de sopa caramela e aproveitar a animação.


No programa, há mais de uma centena de coisas para ver e para fazer. Desde torneios desportivos, atividades gastronómicas e iniciativas solidárias. A música é uma das apostas mais fortes e há sons de todos os géneros.

Virgul (dia 11), Diabo na Cruz (dia 6) , Augusto Canário (dia 7) e Adriana Lua (dia 9) são alguns dos artistas que vão subir ao palco instalado na Praça da Independência e que funciona como o centro das atrações. Mas a festa estende-se por outros locais como o Pátio Caramelo, o Palco da Gastronomia e o Polidesportivo.

Há ainda as tradicionais celebrações religiosas e a Festa Brava, com largadas de toiros diárias.

 

Os miúdos têm também muito que fazer: pinturas faciais, jogos didáticos, ginástica, já para não falar nos habituais divertimentos e nas guloseimas que valem só por si.

Por estes dias há uma iguaria incontornável para todos os que por aqui passarem. A sopa caramela, tão tradicional desta zona, tornou-se a rainha da festa pelas mãos dos ranchos folclóricos. Há muitas para provar, cada uma com os seus segredos e uma melhor do que a outra. É feita ao vivo e servida em tigelas de barro.

Se for à procura desta maravilha gastronómica vá cedo e apresse-se a pedir porque ela esgota todos os dias.

 
 

Iniciadas em 1997, as Festas Populares do Pinhal Novo assumem-se cada vez mais como umas das mais relevantes da região. São a montra do dinamismo da freguesia com uma forte componente tradicional e genuína.


São seis dias e seis noites (de 7 a 12 de junho) com entradas livres para evocar a tradição, que ainda é o que era e merece ser aproveitada.

Vamos lá, caramelos!
Toca a inaugurar a época das festas populares!