parallax background

Nós fazemos-lhe um desenho

30th May 2019
Vito Juliao Featured
Vitó
A ilustração como forma de vida
30th May 2019
Restaurante Sao Joao Comporta Featured
Uma história de vida que deu um restaurante divinal
31st May 2019
 

Está a chegar a Setúbal mais uma edição da Festa da Ilustração e para introduzir o tema nós fizemos-lhe um desenho. Quer dizer, nós não, o Vitó, um dos mais brilhantes ilustradores sadinos.


A mostra arranca este sábado às 00H00 e conta com novos núcleos expositivos e uma exposição de Tignous, assassinado no atentado ao jornal francês Charlie Hebdo, em 2015.

A ilustradora Cristina Sampaio é a artista convidada desta edição com a exposição “Linha Clara” a dividir-se entre a Casa da Cultura e a Casa d’Avenida.

 

Tignous está presente com a exposição “Ilustrar a Liberdade”, patente no Museu do Trabalho Michel Giacometti e na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal, que mostra um conjunto de trabalhos selecionados pela viúva do ilustrador a pedido de Cristina Sampaio de quem era amigo.

A exposição “Ilustração Portuguesa”, que nesta edição teve um número recorde de inscrições, apresenta os ilustradores em destaque e 2018/2019, desde os clássicos a novas promessas da arte. Vai estar na Biblioteca de Azeitão e na galeria Lapso, na rua Arronches Junqueiro.

A renovada Livraria Culsete é outro espaço que se estreia como núcleo expositivo da Festa da Ilustração e recebe a nova rubrica “Desenhos nos Livros”, com trabalhos da jovem ilustradora e designer Mariana Malhão.

Publicidade
Vertigem MREC #3
 

Há ainda espaço para os ilustradores da região, na coletiva “Ver ao Perto”, na Casa Bocage, para os alunos das escolas superiores, com a “TPC”, na Casa do Largo e para o “Ilustrador Veterano” Manuel Lapa, que revisita o colonialismo com um olhar muito próprio. Teatro e música também não ficam de fora. Conheça aqui o programa completo.

 
 

“É preciso fazer um desenho?” é a pergunta de partida do evento. E nós achamos que sim, que às vezes um desenho ajuda. E por isso, a propósito da Festa da Ilustração, pedimos ao Vitor Julião, aka Vitó para nos mostrar como Setúbal o inspira com o seu traço próprio.

Ora o resultado está à vista. O que acha? Um desenho é sempre uma boa ideia, não é?