parallax background

Sem planos para as manhãs de sábado?

1st August 2019
Quer ir ao cinema com Lauro António?
31st July 2019
By the Wine:
vinhos muito bem acompanhados
3rd August 2019
Publicidade
Vertigem MREC #2
 

Já sabemos o que está a pensar depois de ler este título. Chega ao fim de semana e quer descansar o mais possível, por isso o plano é não ter planos. Até nos parece uma boa ideia, mas porque não aproveitar para “arejar” e descobrir um espaço ímpar da cidade de Setúbal?


O edifício dos Paços do Concelho está aberto ao público aos sábados de manhã, durante os meses de verão, para visitas guiadas gratuitas. Provavelmente já passou pela Câmara Municipal centenas de vezes, mas imagina os segredos que guarda? E não, não estamos a falar de política. Há muita história, curiosidades e pormenores incríveis à sua espera.

Todos os sábados, entre as 10H00 e as 13H00, a porta está aberta. Entre, a casa é sua. Mas antes repare na calçada lindíssima, com o brasão da cidade. Vai também ficar preso à cor do edifício. Ou se ama ou se odeia este roxo intenso que é a cor do município.

Ora então, faça favor de entrar. Visite o átrio, o Salão Nobre, conheça a sala de sessões e passe na da presidência.

 

Pelo caminho vai ficar a saber, por exemplo, que as cadeiras de madeira da sala de sessões já estiveram no Fórum Municipal Luísa Todi (antes da sua recuperação). No Salão Nobre está a pintura “Tríptico dos Setubalenses Ilustres”, com destaque para Bocage e Luísa Todi, da autoria de Luciano dos Santos (1955-1957). É também ali que encontra a obra “São Francisco Xavier Pregando na Índia”, pintada por Lima de Freitas (1967).

 

Se encontrar as portas para a varanda abertas, não hesite. A vista para a Praça de Bocage é verdadeiramente privilegiada.


Nos corredores há inúmeras fotografias da cidade do famoso fotógrafo sadino Américo Ribeiro. São também muitas as referências a Bocage, assim como paisagens da cidade pintadas em telas por outros artistas setubalenses.


Não saia sem passar na loja Coisas de Setúbal. Deixe-se surpreender pelos sabores e néctares da região.

 

Com quase cinco séculos de existência, o edifício dos Paços do Concelho, erguido em 1533, naquela que, à época, se chamava Praça do Sapal, está hoje muito diferente. As alterações, parte delas motivadas por terramotos, temporais e até por motivos políticos, como foi o caso de eventos relacionados com a Implantação da República, conferem caráter e personalidade a esta casa. Dão-lhe alma e vida.

Não lhe passe ao lado. Entre. As portas estão abertas até 15 de setembro.