parallax background

Um café e um bagaço!

27th December 2018
Fim de Ano Azul Setubal Featured
Setúbal tem 15 minutos de fogo de artifício na passagem de ano
26th December 2018
Inspire Setubal 2018 Featured
É hora de inspirar fundo.
Um novo ano está a chegar
31st December 2018
Publicidade
Vertigem MREC #2
 

Tosse, constipações, falta de energia?

Esqueça as idas ao médico e as corridas à farmácia. A solução para todos estes males pode estar numa garrafa de Bicabagaço, da Lima Fortuna.

Começou por ser vendido num formato semelhante a um xarope e até trazia bula com as devidas indicações para diferentes maleitas. Hoje é uma bebida exclusiva e indispensável na garrafeira dos amantes de café. Para que os seus efeitos sejam sentidos na plenitude, há um ritual que tem de seguir. Depois de beber o licor, inspire pela boca e expire pelo nariz. Vai sentir a intensidade do café e respirar muito melhor! Se não ficar curado da gripe, pior não fica!

Mantendo-se fiel ao espírito do Bicabagaço dos anos 70 e 80, este “não podia ser menos do que um licor genuinamente português, feito com a melhor aguardente bagaceira e licor de extracto natural de café”, assegura a Lima Fortuna, que se dedica à produção artesanal de bebidas e é conhecida como “A Casa do Arrabidine”.

Sai um café com cheirinho, à portuguesa!

 

O nome, “demasiado popular”, pode soar “a marca plebeia de produto sem requinte”, refere um texto, assinado pelo historiador António de Matos Fortuna, que constava do rótulo da garrafa dos anos 80. Não se deixe enganar, avisa. “Entre os licores congéneres, nacionais e estrangeiros, Bicabagaço a nenhum se inferioriza; nenhum o ultrapassa, nem sequer o iguala, em virtude do esmero de fabrico artesanal e a escrupulosa selecção dos ingredientes”, garante.


Não precisa de “nome pomposo para impressionar”, chega-lhe “o paladar e o aroma”.


É produzido com “café de suprema qualidade” e “aguardente genuína escolhida entre as de superiores características da região vitivinícola de Palmela”. Cada garrafa guarda efeitos milagrosos e custa cerca de 17 euros.

Sai um café com cheirinho, à portuguesa!